Atenção, o seu browser está desactualizado.
Para ter uma boa experiência de navegação recomendamos que utilize uma versão actualizada do Chrome, Firefox, Safari, Opera ou Internet Explorer.

Nova prancha para Garrett McNamara volta a juntar Mercedes-Benz e Corticeira Amorim num projeto comum

10/7/2015

Desenvolvimento de novos modelos de pranchas de cortiça visa a sua adaptabilidade para explorar, com sucesso, ondas de dimensões até aqui nunca surfadas

A Corticeira Amorim e a Mercedes-Benz Portugal voltam a juntar-se para, em conjunto, iniciarem o desenvolvimento de novas  pranchas de cortiça para o surfista havaiano Garrett McNamara. O objetivo é, a curto prazo,  conceber novos modelos de pranchas de tow-in, especialmente vocacionados para fazer face às características das ondas da Nazaré.

Iniciado em 2013, o MBoard Project da Mercedes-Benz visa a conceção de pranchas de surf de extrema eficácia que, alavancando matérias-primas e tecnologia nacional, permitam a Garrett McNamara lidar com as condições mais extremas de surf que se vivenciam na Nazaré.

Neste âmbito, inicou-se no último trimestre de 2014 e a pedido do próprio Garrett McNamara, uma parceria entre a Mercedes-Benz e a Corticeira Amorim para o desenvolvimento da primeira prancha de surf de cortiça. Concluída a fase de testes, com sucesso, estão agora reunidas as condições para se desenvolverem novos modelos de pranchas de cortiça que respondam na totalidade aos principais requisitos deste tipo de equipamento, nomeadamente em termos de resistência e de flexibilidade.

O sucesso da primeira fase foi de tal ordem que as expetativas de Garrett McNamara são de, no futuro, vir a usar unicamente pranchas de cortiça, estando inclusive já em curso o desenvolvimento de outros modelos de pranchas mais adequados para projetos internacionais.

Recorde-se que Garrett McNamara é atualmente o detentor do recorde mundial da maior onda alguma vez surfada, com um registo certificado pelo livro dos recordes do Guiness. Com as pranchas desenhadas pela Mercedes-Benz em 2013 surfou as ondas gigantes da Nazaré a 62,4 km/hora.