Atenção, o seu browser está desactualizado.
Para ter uma boa experiência de navegação recomendamos que utilize uma versão actualizada do Chrome, Firefox, Safari, Opera ou Internet Explorer.

Pavimentos da Amorim Cork Flooring com Balanço de Carbono negativo

27/10/2020

Os resultados decorrem de um estudo encomendado à consultora EY que avaliou os impactos ambientais causados pela gestão florestal, transporte de materiais e produção.

Os pavimentos Amorim Wise Inspire 700 detêm um Balanço de Carbono negativo sempre que considerado o sequestro da floresta do montado. Os resultados decorrem de um estudo encomendado pela Amorim Cork Flooring, Unidade de Pavimentos e Revestimentos de Parede da Corticeira Amorim, à consultora EY que avaliou os impactos ambientais causados desde a extração de matérias-primas até ao fim de vida do produto. Assim, os pavimentos Amorim Wise Inspire 700 HRT permitem um sequestro de carbono até -101kg de CO2/m2, ao passo que os pavimentos Amorim Wise Inspire 700 SRT permitem um sequestro de carbono até -93kg CO2/m2.

Líder de mercado de revestimentos com cortiça, a Amorim Cork Flooring tem como missão o desenvolvimento de soluções inovadoras, sustentáveis e eco-friendly que contribuam para a saúde, conforto e bem-estar das pessoas. Desta preocupação primordial nasceu a Amorim Wise, uma marca que privilegia a utilização da cortiça como matéria-prima central, adota técnicas de produção com vista à redução dos desperdícios e não emprega quaisquer PVCs na composição do seu portfólio. De resto, a sustentabilidade desempenha invariavelmente um papel fundamental na procura de novas soluções de revestimentos, sendo o fio condutor que delineou muitas das estratégias da empresa ao nível de lançamento de produtos.

Sublinhe-se que os resultados fornecem informação relevante sobre a contribuição ambiental dos produtos de cortiça, ao mesmo tempo que põem em destaque o enorme valor do montado em matéria de sustentabilidade. De resto, os estudos fazem parte do esforço ininterrupto da Corticeira Amorim em fomentar mais investigação sobre a cortiça, disponibilizando aos mais 27 000 clientes nacionais e internacionais informação quantificável sobre como reduzir a própria pegada de carbono dos seus produtos, e ampliando, assim, os esforços conjuntos na resposta às alterações climáticas.

A análise de ciclo de vida, levada a cabo durante o ano de 2019, baseou-se numa abordagem cradle-to-grave, contemplando assim todos os impactos ambientais até ao final de vida dos produtos. A avaliação incluiu ainda informações adicionais sobre o sequestro de carbono da floresta de sobreiro. A metodologia dos estudos da EY teve por base as normas ISO 14040/44 (ISO, 2006), complementadas com as diretrizes do Handbook - General Guide for Life Cycle Assessment - Detailed guidance (EC-JRC, 2010), e do International Reference Life Cycle Data System (ILCD). Os dados associados à produção foram fornecidos pela Amorim Cork Flooring, ao passo que os processos gerais de produção associados à produção das matérias-primas, energia, transporte e gestão de resíduos foram obtidos na base de dados ecoinvent 3.5 (Werner, et al., 2016).