Atenção, o seu browser está desactualizado.
Para ter uma boa experiência de navegação recomendamos que utilize uma versão actualizada do Chrome, Firefox, Safari, Opera ou Internet Explorer.

Gestão da Sustentabilidade

A gestão da sustentabilidade tem na sua base a missão e os valores da Corticeira Amorim, desenvolvendo as seguintes atividades:

  • Auscultação a stakeholders, de forma a avaliar continuamente as prioridades estratégicas e o desempenho em termos de sustentabilidade;
  • Definição da estratégia de sustentabilidade, com base nos objetivos, desafios e prioridades económicas, sociais e ambientais;
  • Implementação de ações e iniciativas para cumprir os objetivos definidos, bem como a monitorização regular do desempenho;
  • Implementação de uma estrutura organizativa que permita o alinhamento entre as políticas e práticas da empresa nesta matéria.

Auscultação a stakeholders

A Corticeira Amorim tem definido, deste 2009, um processo de escuta e envolvimento com
stakeholders considerado fundamental para a validação das opções estratégicas e para a compreensão das expectativas quanto às matérias a monitorizar e a comunicar , bem como a conceção de uma estratégia de envolvimento de stakeholders.

O último processo de consulta a stakeholders, realizado pela Corticeira Amorim em 2015; envolveu, numa primeira etapa, a realização de mapeamento das partes interessadas que teve em consideração os seguintes critérios:

  • Influência - stakeholders que têm ou poderão vir a ter influência ou poder de decisão, e cuja ação facilita ou dificulta o desempenho da Corticeira Amorim;
  • Dependência - stakeholders impactados pela atividade da Corticeira Amorim;
  • Responsabilidade - stakeholders perante os quais a Corticeira Amorim tem ou poderá a vir a ter responsabilidades legais, financeiras ou operacionais.

Apresenta-se no Relatório de Sustentabilidade de 2015 os resultados da última consulta aos stakeholders realizada.

Definição da estratégia de sustentabilidade

O alinhamento estratégico de toda a organização em matéria de sustentabilidade é potenciado pela utilização da metodologia do balanced scorecard na Corticeira Amorim e nas Unidades de Negócio (UN). Ao Conselho de Administração compete a aprovação dos objetivos e iniciativas estratégicas e ações prioritárias.

A identificação das prioridades estratégicas, bem como das iniciativas que lhe dão suporte, resulta da visão dos órgãos de governo da empresa tendo em consideração as preocupações identificadas pelos stakeholders consultados, uma análise de benchmarking e o alinhamento com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas. 

Implementação de ações e iniciativas

As equipas responsáveis pela implementação das práticas de desenvolvimento sustentável em cada UN implementam iniciativas e ações necessárias ao cumprimento dos objetivos definidos e monitorizam de forma regular o desempenho. Com vista a estruturar todas as ações em matéria de sustentabilidade num programa único e a mobilizar a empresa numa ação de participação cívica, a Corticeira Amorim tem implementado o programa de sustentabilidade «Escolha Natural». 

Programa Escolha Natural

É o programa de sustentabilidade da Corticeira Amorim que tem como objetivo sensibilizar Colaboradores e a Comunidade envolvente para assumirem comportamentos mais amigos do ambiente, envolvendo-os no desafio do Desenvolvimento Sustentável.

Estrutura organizativa

A estrutura organizativa possibilita a gestão e o alinhamento efetivo entre a estratégia, as políticas e as práticas de desenvolvimento sustentável. As áreas de suporte estão orientadas para a coordenação da atividade das UN e das respetivas áreas funcionais, competindo ao administrador com responsabilidade sobre a sustentabilidade realizar um acompanhamento permanente do tema, em articulação com o diretor e com o coordenador de sustentabilidade, que têm como responsabilidade coordenar os fóruns transversais, bem como acompanhar as atividades realizadas em cada uma das Unidades de Negócio.  

 

Em cada UN existem equipas responsáveis pela implementação das práticas de desenvolvimento sustentável, considerando diferentes áreas de intervenção e diferentes níveis de responsabilidade, cabendo-lhes: 

  • Garantir o alinhamento da UN com as orientações estratégicas da Corticeira Amorim em matéria de sustentabilidade;
  • Identificar e propor novos desafios nesta matéria;
  • Realizar benchmarinkgs internos e externos para alavancar o desempenho organizacional;
  • Identificar e propor ações necessárias de suporte ao cumprimento dos objetivos e metas definidas;
  • Implementar as ações;
  • Monitorizar resultados.